Histórico

A criação de um curso de Mestrado Acadêmico na área de Educação Matemática na UFMS fundamenta-se como o resultado de um processo que se consolidou no transcorrer das duas últimas décadas. Ainda em 1981, no Centro de Ciências Exatas e Tecnologia, foi implantado o curso de Licenciatura em Matemática. No contexto dessa implantação, um grupo de professores de Matemática deu início a uma série de ações voltadas para dinamizar a formação pedagógica dos acadêmicos. Em paralelo à tentativa de oferecer uma sólida formação científica, pois quase todos esses professores eram portadores do título de Mestrado em Matemática, iniciou-se o oferecimento de cursos de formação continuada para professores da rede pública do Estado de Mato Grosso do Sul. Nessa ocasião, em parceria com a Secretaria Estadual de Educação, foram oferecidos cursos para professores em cerca de 20 cidades do interior do Estado.

Esta foi uma experiência estimulante no sentido de confrontar concepções teóricas com a realidade da prática de ensino, contribuindo para a ampliação da consciência quanto à complexidade das questões educacionais do ensino da Matemática. Esse trabalho resultou na participação de um projeto em nível nacional, vinculado ao programa nacional de melhoria do ensino de Matemática. Nos meados da década de 1980, foi implantado no Departamento de Matemática, o Laboratório de Ensino de Matemática, sob a influência de um movimento existente na época de valorização da dimensão experimental do conhecimento científico. Uma coleção de materiais didáticos destinados ao ensino da Matemática foi elaborada e utilizada nesse ambiente, originando a publicação de uma revista destinada aos professores de Matemática.

Ainda nesse mesmo período, iniciou-se a realização, no contexto da UFMS, dos encontros anuais de Educação Matemática, ocasião em que conferências, debates e mini-cursos contribuíram para ampliar a visão dos educadores envolvidos, buscando multiplicar os projetos e estender contatos com o embrionário movimento nacional de Educação Matemática. No cenário nacional, estava em curso o movimento de criação da SBEM (Sociedade Brasileira de Educação Matemática), cujas reuniões iniciais ocorreram na PUC de São Paulo, por ocasião do Primeiro Encontro Nacional de Educação Matemática, no qual participaram três professores da UFMS. Os trabalhos iniciados nesse congresso resultaram na implantação da SBEM, no ano de 1988.

Na tentativa de acompanhar esse movimento nacional, foram realizadas ações para a criação e implantação da regional da SBEM no Estado do Mato Grosso do Sul. Ao final dos anos oitenta, como resultado do movimento nacional da Educação Matemática, foram oferecidas melhores condições para realização de pesquisas e pós-graduação, quer seja no contexto da UFMS e também pelos órgãos fomentadores de pesquisa. Assim, na década de 90 tornou-se possível que três professores do Departamento de Matemática da UFMS realizassem, na França, o curso de doutorado na área de Educação Matemática, possibilitando o início da atuação como orientadores no Programa de Pós-graduação em Educação do Centro de Ciências Humanas e Sociais da UFMS.

A partir do ano de 2000, com a intensificação da produção científica, os pesquisadores da área de Educação Matemática da UFMS não têm medido esforços no sentido de participarem dos eventos nacionais, realizarem estágio de pós-doutoramento e ampliar suas publicações científicas. O balanço mais recente desse movimento mostra que os pesquisadores da área de Educação Matemática, participantes da Linha de Pesquisa de Ensino de Ciências e Matemática do Programa de Pós-graduação em Educação da UFMS, orientaram, nos últimos anos, cerca de vinte dissertações de Mestrado, cujos objetos estão associados ao ensino e a aprendizagem da Matemática, ao uso das tecnologias da informática na educação escolar e à formação de professores.

A partir da implantação do Doutorado em Educação na UFMS, em 2005, está em curso a orientação de três teses de doutoramento na área de Educação Matemática.

Potencial para a criação do Mestrado em Educação Matemática

Os integrantes da área de Educação Matemática, em particular os membros da diretoria da SBEM-MS, com apoio de outras entidades, têm promovido cursos, seminários, colóquios e já organizaram oito encontros estaduais de Educação Matemática, do qual participaram professores de Matemática de quase todo o Estado de Mato Grosso do Sul. Nesses eventos é possível observar a intensa participação dos profissionais que atuam nessa área e, em todos eles, a criação de cursos de mestrado nessa área tem sido uma constante reivindicação.

Além disso, a demanda por vagas na linha de pesquisa Ensino de Ciências e Matemática do Programa de Mestrado em Educação da UFMS, tem sido muito grande e a possibilidade de acolher mestrandos na linha é muito restrita. Essa procura evidencia a necessidade de criação de um mestrado em Educação Matemática.

Por outro lado, no estado de Mato Grosso do Sul há 14 cursos de Licenciatura em Matemática, sendo seis deles oferecidos nos vários Centros da UFMS. No quadro docente desses cursos há um grande número de professores com formação na área de Educação Matemática. Na UFMS, além de vários mestres em Educação Matemática, há seis doutores que defenderam teses nessa área, sendo quatro deles do Campus de Campo Grande. Esses professores pesquisadores doutores estão empenhados na criação do mestrado nessa área.

Alguns egressos do Mestrado e professores interessados em fazer pesquisa em Educação Matemática têm participado de grupos de pesquisa da UFMS. O GEEMA – Grupo de Estudos em Educação Matemática, em funcionamento desde 1999, cadastrado no diretório do CNPq, é um desses grupos, e tem como temática de pesquisa as três acima citadas. Muitos professores da região têm procurado participar de grupos dessa natureza na perspectiva de se preparar para cursar mestrado ou até mesmo doutorado.